terça-feira, 11 de setembro de 2012

Instituições financeiras de João Pessoa são alvo de 538 reclamações

O Procon de João Pessoa registrou, nos últimos três anos, 538 reclamações de pessoas que se sentiram lesadas na contratação de empréstimos e cartões consignados. Para orientar os consumidores sobre os riscos na hora de contratar esses serviços, o órgão realiza nesta terça-feira (11), no Ponto de Cem Réis, no Centro da capital, uma ação de conscientização.

Marcos André Araújo, coordenador do Procon Municipal, informou que consultores jurídicos do órgão, em parceria com o Procon Estadual, vão tirar dúvidas da população e orientá-la sobre os direitos dela. Para Marcos, há muito o que se comemora nesta terça-feira, pois, segundo ele, os consumidores estão cada vez conscientes sobre os direitos que orientam as relações de consumo.

De acordo com o coordenador do Procon Municipal, na hora de o consumidor contratar empréstimos consignados, as instituições não dão esclarecimentos claros sobre as taxas de juros, por exemplo, o que acaba levando ao superendividamento. As principais vítimas, segundo Araújo, são aposentados e servidores públicos, que já recebem os benefícios com os salários descontados. “É preciso alertar as pessoas para que tomem os devidos cuidados e procurem informações detalhadas sobre o serviço que está adquirindo”, enfatizou o coordenador do Procon Municipal.

O Procon de João Pessoa também nesse período recebeu reclamações sobre antecipação da quantia financiada. De acordo com o órgão, os fornecedores desses serviços demoram na emissão do saldo devedor para quitação, fazendo com que o consumidor pague mais juros.

Outra reclamação, segundo o Procon Municipal, é o descaso com que o consumidor é tratado na hora de reclamar dos direitos dele.



Fonte: G1 PB


Comentários
1 Comentários

Arquivo do blog

G1 Espote - PB

Jornal da Paraíba

Esporte - PB

Facebook